7 dicas para ter mais bem-estar e segurança na direção

Manter a qualidade de vida passando a maior parte do dia no trânsito: está aí um grande desafio para os rodoviários. Trata-se de uma profissão que, por natureza, é cercada de grandes cargas de estresse, atenção redobrada e cansaço. Essa condição, no entanto, não impede que os rodoviários busquem o bem-estar enquanto trabalham.

Sabe-se que a responsabilidade pela segurança não é exclusiva do trabalhador; as empresas têm que cumprir importantes regras relacionadas às condições de trabalho do rodoviário.

De toda forma, o Sinttrol separou algumas dicas simples que podem facilitar – e muito – o trabalho dos rodoviários. São ações simples, mas que garantem mais segurança e bem-estar aos trabalhadores que passam a maior parte do dia no volante. Confira:

1) Conheça as rotas

Fazer pesquisas sobre as rotas é um dos principais métodos para evitar imprevistos e inconveniências. Até os rodoviários mais experientes já tiveram que se deslocar a uma localidade desconhecida.

Por isso, tente conhecer, ao máximo, as rotas que precisam ser cumpridas. Esse conhecimento prévio é fundamental para a segurança do trabalhador.

2) Manutenção do veículo

O veículo é a ferramenta de trabalho do rodoviário. Tratar a sua manutenção com negligência é colocar não só a vida do trabalhador em risco, mas a de todas as pessoas que estão no trânsito.

Por isso, o rodoviário precisa estar atento ao funcionamento do veículo. Ao notar qualquer irregularidade, a empresa precisa ser comunicada.

3) Respeite os períodos de pausa

O corpo humano não é uma máquina. Se o organismo estiver sobrecarregado, uma hora ou outra ele “pifa”. É aí que entra a importância de se respeitar aos períodos de pausa para descanso.

Muito além dos minutos de relaxamento, as paradas são fundamentais para que o corpo recupere as energias e suas funções fundamentais para o ato de dirigir.

4) Respeito às normas de trânsito

Nunca é demais falar: as regras de trânsito precisam ser respeitadas. A questão vai muito além do respeito à lei; trata-se de um responsabilidade coletiva com as pessoas que estão no trânsito.

Por mais que a pressão pela entrega seja grande, não desrespeite as regras de trânsito. A prudência é um importante remédio contra os altos índices de acidentes e mortes registrados no país.

5) Cuidado redobrado na direção noturna

Durante a noite, o rodoviário precisa literalmente “pisar no freio” e dirigir com mais cautela. A baixa luminosidade exige mais do motorista e o campo de visão fica reduzido. Por esses e outros motivos, o trabalhador precisa redobrar a atenção no trânsito.

6) Alimente-se e hidrate-se

Engana-se quem pensa que a alimentação não tem relação com a segurança do trabalhador. Ingerir comida balanceada e respeitar os períodos entre as refeições são condutas que melhoram a disposição do motorista.

Além disso, hidratar-se constantemente é fundamental para driblar as consequências de condições adversas, como o calor, e manter a saúde em dia.

7) Direção defensiva

Por definição, dirigir de forma defensiva significa planejar as ações para prevenir acidentes, sejam quais forem as condições externas. Em outras palavras, é a postura que o motorista assume na tentativa de diminuir os riscos no trânsito.

Aos rodoviários, que passam a maior parte do dia no trânsito, a direção defensiva é especialmente importante em termos de segurança.

Fonte: Sintrrol

Post Relacionados