Conheça precauções de saúde e segurança fundamentais para motoristas de ônibus

Como acontece em muitas profissões, ser motorista acarreta alguns riscos à saúde. Por esse motivo, é essencial tomar alguns cuidados no dia a dia de trabalho.

Leia estas dicas com atenção e não deixe de compartilhar o conhecimento com os colegas!

Trepidação e solavancos – dor nas costas agora, dor de cabeça futura

Veículos grandes costumam passar por impactos e vibrações condizentes com seu tamanho. O que é um incômodo rápido para os passageiros pode causar graves problemas de saúde para o motorista.

As trepidações diárias podem ocasionar e agravar problemas musculares e na coluna. Para prevenir o aparecimento de doenças ocupacionais no futuro, os condutores precisam fazer o possível para sentar sempre na postura correta, com as costas eretas e devidamente encostadas no banco. Também é importante manter o assento adequadamente regulado.

Caso o estofado ou os mecanismos de ajuste do banco não estejam em boas condições, o trabalhador deve avisar à empresa para que os empregadores solucionem os problemas. Segundo o presidente do Sinttrol, João Batista da Silva, o patrão deve providenciar condições mínimas para que o segmento exerça sua função com condições adequadas.

“Problemas posturais são graves, causam dores terríveis e podem ser incapacitantes. A empresa deve fazer manutenções regulares e se certificar de que os bancos dos motoristas estão equipados para evitar essas doenças. Descasos do empregador com a saúde dos trabalhadores devem ser comunicados ao sindicato com urgência”, afirma João Batista.

Use sua visão privilegiada

Nem todos que transitam pelas vias públicas sabem que os ônibus têm pontos cegos específicos. Ciclistas, pedestres e outros motoristas facilmente podem entrar em uma área de baixa visibilidade para o condutor do coletivo sem que tenham noção do que estão fazendo.

Nesses casos, o motorista profissional deve usar sua experiência, conhecimento e destreza. Mantenha olhos e ouvidos bem abertos, faça o possível para ficar atento à movimentação ao seu redor e não hesite em utilizar a buzina quando necessário. Aproveite para usar a altura privilegiada do veículo a seu favor para ver mais longe nas ruas ou estradas e antever potenciais acidentes.

Proteja-se da violência

Motoristas que trabalham com grandes fluxos de pessoas inevitavelmente acabam mais expostos a furtos, roubos e outras formas de violência. É preciso se lembrar sempre de que a vida é o bem mais precioso a bordo de qualquer automóvel.

Em caso de provocações ou assaltos, dê o seu melhor para manter a cabeça fria e não reagir. Mantenha em mente que os patrões não podem descontar dos trabalhadores valores subtraídos do ônibus por ladrões, e que tentar impedir ações violentas dentro do veículo na maior parte das vezes está fora da sua alçada. Sua segurança é a prioridade absoluta.

Se perceber alguma movimentação suspeita, contate imediatamente as autoridades competentes. Caso não tenha a oportunidade de parar em algum semáforo para fazer a ligação, peça auxílio ao cobrador, ajudante, ou mesmo a um passageiro próximo.

Fonte: Sinttrol

Facebook