Em reunião da Fetropar, Sinttrol discute sustentação das entidades sindicais

O primeiro encontro da diretoria da Federação dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado do Paraná (Fetropar) em 2019 aconteceu ontem (31). O Sinttrol e outros sindicatos filiados à Federação debateram algumas questões do interesse de todos os rodoviários do estado do Paraná.

O principal ponto de debate foi a importância da contribuição sindical em época de opressão às entidades que representam os trabalhadores. Os participantes discutiram o entendimento do Ministério Público do Trabalho (MPT) de que o desconto da mensalidade em contracheque pode ser aprovado pela categoria em Assembleia Geral.

O posicionamento do órgão foi decidido em caráter definitivo no fim do ano passado, pela Câmara de Coordenação e Revisão do MPT, e já está sendo aplicado por procuradores em todo o país.

A medida é uma maneira de garantir que os trabalhadores tenham autonomia e liberdade para decidir coletivamente sobre a questão. Além disso, o debate em Assembleia é uma oportunidade de discutir e compreender a importância da manutenção dos sindicatos para a garantia de direitos.

“Tudo que é conquistado pelo sindicato só é possível graças à sua estrutura, que existe para dar suporte às lutas das categorias. Isso envolve os acordos coletivos, aumentos salariais, definição de pisos e benefícios oferecidos pela empresa. Tudo é fruto de luta, e essa luta é capitaneada pelos sindicatos. Por isso, é muito bom que os trabalhadores tenham a oportunidade de discutir a questão em assembleia e tirar algumas dúvidas sobre a necessidade da contribuição”, explicou o presidente do Sinttrol, João Batista da Silva.

O Sinttrol já publicou um artigo desmistificando a questão da contribuição sindical. Para relembrar, clique aqui.

Fonte: Sinttrol

Post Relacionados