Para Lindbergh, reformas só beneficiam ‘andar de cima’

Em pronunciamento nesta terça-feira (6), o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) criticou duramente a proposta de reforma da Previdência, alertando que todas as medidas de ajuste promovidas pelo governo Michel Temer são contrárias aos interesses dos trabalhadores enquanto “o andar de cima só ganha”. Lindbergh afirmou que o povo é contrário às reformas e  salientou que os parlamentares que votarem a favor do governo terão dificuldade para serem reeleitos.

Segundo o senador, Temer não tem moral para cobrar o aumento da idade mínima para aposentadoria por desconhecer a realidade da baixa expectativa de vida do povo mais pobre. Lindbergh afirmou que as mulheres serão as mais prejudicadas pelo novo regulamento previdenciário proposto por um governo que classificou como “misógino”, e previu que as medidas de ajuste fiscal trarão forte impacto negativo sobre os indicadores sociais e a segurança pública.

Lindbergh Farias ponderou que o Brasil terá recuperação porque o povo vai se insurgir contra a “destruição” do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que considera ter sido condenado sem provas.

— A democracia no Brasil não é regra, é exceção. Acho que as elites estão rompendo o pacto da Constituição de 1988. Não aceitam mais isso, e é muito grave — avaliou.

Fonte: Agência Senado

Facebook