Quem limpa os escritórios também corre riscos no ambiente de trabalho – Sinttrol – Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Londrina

Quem limpa os escritórios também corre riscos no ambiente de trabalho

sinttrol_escritorio-01_01O ambiente limpo do local de trabalho muitas vezes não transparece quem são os verdadeiros responsáveis pela limpeza desses locais. No entanto, para que o chão, a janela e os demais itens permaneçam limpos, é necessário um cuidado especial da equipe de faxina, que varre, tira pó, passa pano, esfrega e higieniza.

O trabalho desses profissionais é muito importante para garantir o bem-estar de todos durante a jornada de trabalho, contudo eles também precisam estar atentos aos riscos que a atividade oferece.

Durante a limpeza, o ar que o trabalhador respira pode ficar contaminado por causa dos produtos utilizados e, ainda, da poeira levantada. Os problemas respiratórios, como rinite alérgica e até mesmo asma, podem aparecer em razão do contato diário com a poeira.

Diante dessa situação, os trabalhadores estão submetidos aos riscos físicos, químicos e biológicos. Por isso, os empregadores precisam capacitar e treinar a equipe, a fim de evitar acidentes de trabalho e doenças ocupacionais.

Vale ressaltar que a empresa em que você trabalha é a responsável pela qualidade do ar do local. Logo, ela deve oferecer condições adequadas para que o ambiente seja saudável e seguro e, consequentemente, ela precisa seguir algumas regras para evitar acidentes. Por exemplo:

– Informar os funcionários sobre os riscos e as medidas preventivas adotadas;

– Substituir os produtos perigosos por outros não perigosos;

– Adotar medidas de proteção coletiva antes das medidas de proteção individual.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Londrina (Sinttrol), João Batista da Silva, esclarece que as empresas necessitam de uma Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA), que é um grupo responsável por conscientizar os trabalhadores sobre as medidas preventivas e a importância do uso dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI).

“A CIPA deve apresentar programas que auxiliem os trabalhadores na informação sobre os riscos dos mais variados acidentes. E, em caso de dúvidas, os empregados podem procurar a ajuda de um cipeiro, que irá sanar as dúvidas existentes”, orienta.

Fonte: Sinttrol

 

Facebook