Sinttrol participa de congresso internacional de rodoviários em Cingapura

Entre os dias 14 e 20 de setembro, o Sinttrol esteve debatendo os direitos dos rodoviários em nível global. Nesse período, a entidade participou do congresso da International Transport Workers’ Federation (ITF) – ou Federação Internacional dos Trabalhadores de Transporte, em bom português. A categoria foi representada pelo presidente do sindicato, João Batista da Silva, que é também presidente da Federação dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Paraná (Fetropar).

O evento aconteceu em Cingapura, na Ásia, e teve o tema Trabalhadores em Transportes Desenvolvendo Poder. A programação reuniu líderes sindicais e representantes de movimentos sociais de várias partes do mundo para participar de uma maratona de discussões e oficinas sobre a temática.

As atividades foram divididas entre as Jornadas de aprendizado, atividades formativas que usaram como exemplo casos bem-sucedidos de mobilização da classe trabalhadora na luta por direitos ao redor do mundo; Comitês de Resolução, que encaminharam possíveis soluções para os problemas dos trabalhadores apresentados no congresso; e Conferências temáticas, que reuniram segmentos específicos, como mulheres e jovens engajados com a luta.

“A nossa participação nesses espaços de debate e encaminhamentos foi muito proveitosa. Pudemos dialogar com representantes da categoria de vários países do mundo, e isso ofereceu novas visões e expectativas para a nossa luta. Sem dúvidas saímos muito fortalecidos desse evento”, afirmou João Batista.

Também houve palestras com especialistas de várias partes do mundo. Automação e o Futuro do Trabalho — Transportes que Mudam, Sindicatos que Mudam e Construindo o Poder dos Trabalhadores foram alguns dos temas abordados pelos palestrantes.

Os representantes dos rodoviários da América Latina e Caribe também se reuniram em um grupo de trabalho específico, que conversou sobre os problemas específicos da localidade.

A ITF foi criada na Inglaterra em 1896 e tem mais de 16,5 milhões de trabalhadores representados no mundo todo. Os trabalhos da entidade são focados no combate à precarização das condições de trabalho na área de transportes, na valorização dos serviços públicos e nas discussões sobre o que os avanços de automações significam para trabalhadores dessas categorias.

Fonte: Sinttrol

Post Relacionados