Sinttrol participa de seminário sobre negociação coletiva

Entre 4 e 6 de outubro, o Sinttrol participou do Seminário de Negociação Coletiva e Jurídico da Fetropar, realizado em Curitiba, em parceria com o Instituto São Cristóvão e com o Instituto Edésio Passos. O evento contou com a presença de dirigentes sindicais e assessores jurídicos, que puderam debater diversos temas relativos às negociações coletivas e à Reforma Trabalhista, que entrará em vigor em 11 de novembro.

As palestras realizadas durante o evento abordaram os aspectos da nova legislação que irão afetar a categoria dos rodoviários e as ações sindicais. O procurador do Ministério Público do Trabalho da 24ª Região (MPT-MS) Paulo Douglas Almeida de Moraes, que é também coordenador estadual da Coordenadoria de Promoção da Liberdade Sindical (CONALIS) no âmbito do MPT, destacou a necessidade de união entre os sindicatos nesse momento desafiador para a classe trabalhadora.

Outra presença marcante no evento foi a do ministro Augusto César Leite de Carvalho, do Tribunal Superior do Trabalho (TST), que em sua palestra afirmou que a categoria dos rodoviários é fundamental para o desenvolvimento nacional devido às dimensões continentais do Brasil. O ministro também comentou a ideia disseminada sobre a Reforma Trabalhista, que seria algo que traria modernização para as relações de trabalho.

“A CLT [Consolidação das Leis do Trabalho] não é defasada. Ela passou por diversas alterações ao longo dos anos e é o principal instrumento de defesa dos trabalhadores”, destacou Carvalho.

Para o presidente do Sinttrol, João Batista da Silva, que também preside a Fetropar, a realização do evento foi essencial para aprofundar as discussões das entidades em relação à transição para a nova legislação. “Tivemos vários debates e os dirigentes puderam tirar suas dúvidas com os palestrantes. Isso ajudará na elaboração de estratégias para manter uma atuação ativa nos sindicatos após a Reforma Trabalhista”, enfatizou.

Fonte: Sinttrol

Post Relacionados