Sinttrol se reúne com trabalhadores demitidos da TCGL

Nesta terça-feira (30), o Sinttrol se reuniu com os trabalhadores demitidos da TCGL para discutir as medidas que serão tomadas pelo sindicato diante da demissão em massa realizada na empresa.

Apesar da existência de uma cláusula contratual que assegura a estabilidade dos cobradores até 2020, cerca de 100 dos 264 que compunham o quadro foram demitidos sem justa causa.

A TCGL, tentando justificar o injustificável, afirma que essa garantia de estabilidade deixou de ser válida quando a empresa ficou de fora do processo licitatório do transporte coletivo em Londrina, no início deste ano.

De acordo com o presidente do Sinttrol, João Batista da Silva, o próximo passo será exigir a reintegração de todos os demitidos o mais rápido possível. “Estamos trabalhando por uma reunião com o Ministério Público do Trabalho para intermediar essa situação. Também iremos solicitar ao órgão que todos que foram dispensados de maneira irregular voltem aos seus postos de trabalho”, explica.

Além disso, o sindicato também tentou agendar um encontro com a própria TCGL. A empresa, no entanto, se recusou a marcar uma reunião com a entidade.

Fonte: Sinttrol

Post Relacionados