Transporte de cargas perigosas necessita de revisão contínua para manter segurança nas estradas

Algumas ações são imprescindíveis quando se trata de transporte de cargas perigosas, principalmente para evitar acidentes nas estradas. Produtos químicos, explosivos, combustíveis, entre outros, só podem se deslocar de um ponto a outro sob a responsabilidade de profissionais com experiência, respaldados por cursos especializados e com muita atenção, requisitos básicos para manter a prudência nesse tipo de logística.

A revisão e manutenção preventivas nos veículos devem ser constantes, já que todo cuidado é pouco no quesito segurança. Muitas vezes o investimento em renovação de frota faz toda a diferença, pois alguns caminhões encontram-se desgastados e em estado de má conservação, com trincas no chassi, vazamento de óleo, falta de equipamentos, etc. Os pneus também devem ser trocados periodicamente, evitando que fiquem sem as exigências básicas para trafegar.

Além disso, estar atento a esses detalhes é uma maneira inteligente de economia, pois um acidente que envolve produtos perigosos acarreta em gastos diretos e indiretos, como perdas de carga, produtos, equipamentos e tempo, multas e problemas legais, inclusive mortes, consequência grave e sem reversão. Sem contar que grande parte desses produtos são prejudiciais ao meio ambiente, podendo impactar negativamente a imagem da marca e da transportadora envolvidas.

Para João Batista da Silva, presidente do Sinttrol, a conscientização deve partir das empresas responsáveis por esse tipo de transporte, visando sempre a segurança como um todo. “É importante investir em treinamento dos motoristas, documentação da carga e sinalização, manutenção dos veículos e kits de emergência. Com essas regularizações contínuas, os acidentes serão evitados e haverá menos perigo nas estradas”, finaliza.

Fonte: Sinttrol

Post Relacionados