Você sabe o que são riscos ergonômicos? Conheça a importância de evita-los!

Quem trabalha sentado no escritório o dia todo, carregando peso ou se curvando em posições incômodas para garantir que o ambiente de trabalho se mantenha limpo pode nem saber, mas está lutando contra inimigos silenciosos – os riscos ergonômicos. Você já ouviu falar a respeito?

Risco ergonômico é um termo que se refere, simplesmente, a qualquer atividade exercida por pessoas em determinado cargo que possam causar algum tipo de desconforto físico ou psicológico. Basicamente, trata-se de um incômodo causado pela rotina laboral.

Recebem essa classificação atividades como executar movimentos repetitivos (incluindo tarefas aparentemente inofensivas como digitar, mexer no mouse ou varrer, por exemplo); situações muito estressantes; realização de esforço físico; levantamento de peso; jornadas de trabalho muito longas; exposição da coluna a posturas incorretas; recebimento de pouca demanda durante o dia, resultando em monotonia; entre outros. Em longo prazo, riscos ergonômicos podem causar doenças relacionadas ao trabalho.

Para o presidente do Sinttrol, João Batista da Silva, não é preciso que uma situação represente perigo de acidente de trabalho para que seja considerada risco ergonômico. “Qualquer dinâmica que seja desagradável para o trabalhador, causando alguma espécie de desconforto, precisa ser combatida. É dever do patrão proporcionar condições para que a categoria execute suas funções sem riscos de desenvolver doenças ocupacionais”, explica.

Evitando riscos ergonômicos

Os problemas que se encaixam nesse espectro estão relacionados à estrutura e à dinâmica do ambiente de trabalho. Alguns deles podem ser resolvidos por meio de uma simples conversa com os patrões – como a necessidade de trocar uma cadeira sem possibilidade de regulação de altura por outra que conte com a alavanca de ajuste; ou a reorganização de seu planejamento de tarefas do dia para reduzir lacunas de tempo ocioso, por exemplo.

Se a conversa não funcionar, ou se a questão que está causando desconforto for mais complexa, uma boa saída, sempre, é trazer o caso até o sindicato.

“O Sinttrol está à disposição para oferecer orientação sobre qualquer incômodo. Não existe contratempo pequeno para o sindicato, tudo que aflige um trabalhador aflige toda a categoria. Todos os riscos ergonômicos podem ser relatados à entidade, desde uma cadeira desconfortável até um caso grave de assédio moral”, explica João Batista.

Para relatar qualquer situação ao sindicato, ligue para (43) 3322-2242 ou entre em contato pela página oficial do Sinttrol no Facebook, que você pode acessar clicando aqui.

Fonte: Sinttrol

Post Relacionados